sábado, 25 de abril de 2009

GORT: O BRASIL NA IRLANDA

para quem vem para irlanda e acha vai sentir falta do brasil, precisa conhecer gort, uma cidade situada no condado de galway.

dos quase três mil habitantes da cidade, um quarto são brasileiros. a maioria veio da cidade de anápolis (GO) trabalhar em um frigorífico, que já não funciona mais.
o fato é que a cidade é toda colorida de bandeirinhas verde e amarelo e há comércios que vendem tudo o que a gente sente falta como biscoito bono, chuchu, massa de pão de queijo, mandioca e outras coisitas. a maioria das coisas são bem caras, mas a carne é bem barata.
hoje fomos lá nessa pequena brasil.








(estrada galway-gort: céu nublado, pasto verde e vaquinhas peludas)

quinta-feira, 23 de abril de 2009

CAPOEIRA EM GALWAY

eu já havia percebido que há muitos brasileiros em galway. vez ou outra no supermercado ou na rua é possivel ver pessoas tagarelando em português.

mas o mais inusitado foi chegar à praça principal, a eire square, e me deparar com um roda de capoeira...brasileiros e irlandenses num só compasso..que coisa bonita, meu rei.

video

e o pessoal curte mesmo a nossa capoeira. no mesmo dia fui a uma amostra de curta metragens e um dos filmes era justamente sobre capoeira e tinha uma entrevista com mestre brasileiro que ganha a vida aqui em galway com o seu gingado.

sábado, 18 de abril de 2009

sábado de sol

começo a pensar que eu levo o sol do maranhão comigo para onde eu vou.

em sampa tava fazendo um calor de rachar nos meses que estivemos lá, e aqui na fria irlanda parece que o verão chegou mais cedo.
ontem abriu um sol lindo e nós aproveitamos, é claro, para pegar uma prainha, que ninguém é de ferro.

(orla de galway- salthill)

os irlandeses ficam incrivelmente felizes quando os dias estão assim.
eles saem às ruas, vão passear com crianças, cachorro, comprar psicina de plástico para por no quintal.

hoje, ao sair de casa, vi os vizinhos deitados na grama da frente da casa irradiando felicidade com os 15 graus de meio dia.

na foto abaixo, um corajoso irlandês saindo de um mergulho da geladíssissima praia de salthill.
e que venha o verão!

sexta-feira, 17 de abril de 2009

NIVER NA IRLANDA

ontem foi meu niver êêê. e o grande presente foi estar conhecendo esse país tão fascinante.
para comemorar meus aninhos fomos num pub e, claro, tomamos guiness!

(foto: o mauro, eu, o lauro e a poli no pub maximo)

nossa primeira semana na irlanda tem sido ótima. temos ido ao centro de galway todos os dias, tanto para resolver coisas burocráticas como documentação, conta em banco etc, como estamos aproveitando para explorar a cidade. entramos nas lojas, conversamos com as pessoas, observamos os costumes, o jeito de falar e vamos nos inteirando.

fotos da cidade:



(corrib river)

(na shop street batendo papo com oscar wilde)




já sabemos andar bastante por aqui e a sensação de reconhecer os caminhos e lugares é muito gostosa. também não achei o sotaque tão carregado quanto haviam me dito. estou conseguindo entender boa parte do que eles falam e aos poucos vou me comunicando. um dia eu chego lá.

quarta-feira, 15 de abril de 2009

CHEGAMOS

enfim, chegamos na tão esperada irlanda.
pegamos o vôo em sp, fizemos conexão em madrid e chegamos em dublin.
foi tudo tranqüilo na imigração (só perguntaram se eu estava indo estudar, pediram a documentação da escola, depois perguntaram se eu já estava vindo pra galway. Só).

de dublin, pegamos o ônibus para galway.

o casal que está nos alugando um quarto da casa deles esse mês foi nos buscar na rodoviária, o lauro e a poliana do mato grosso, que já moram aqui há mais de um ano. a casa é linda e aconchegante e eles são muuuito legais mesmo.

estamos encantados com a cidade. galway é uma cidade muito linda e muito maior do que imaginávamos. tudo muito lindo e organizado. e os irlandeses então são muito solícitos e simpáticos. as vezes oferecem ajuda sem nem a gente pedir. (a foto acima foi uma irish que se ofereceu para tirar)

o clima tá bom. está acabando a primavera e entrado o verão.. está entre os 9 e 14 graus... então o casaco da conta.

hoje fomos tirar alguns documentos necessários aqui, como o PPS. aproveitamos para tirar carteirinha da biblioteca e desbravar a cidade.

estamos amando isso aqui.

segunda-feira, 6 de abril de 2009

CURSO DE INGLÊS

vida de estudante, aí vou eu novamente.
desde que decidimos ir para irlanda, tenho pesquisado zilhões de agências, escolas e universidades.

optei pela mango intercâmbios, agência da poliana ojeda, brasileira que mora em galway.
(os trâmites de pagamento, matrícula e chegada da carta da escola foram bem rápidos e tranqüilos).

vou estudar na galway language centre, situada a 15 minutos da casa que vamos morar, indo de busu.


(fotos da escola)

a escola é simples, tem um ensino muito bom e não é tão cara. bingo!
serão 28 semanas de aula intercaladas com 21 semanas de folga, totalizando um ano letivo.
começo no dia 27 de abril. ao final do curso farei o teste de proficiência de língua inglesa, o TEI .
a escola oferece também programação cultural como:

noites de múscia tradicional em pubs;
concertos e teatro;
viagens;
caminhadas no centro histórico;
rafting;
semanas de filmes irlandeses e outras coisas.

quarta-feira, 1 de abril de 2009

COMPREI UM ELEFANTE

depois de tantos sustos com as altas e baixas do dólar e do euro, compramos nossas passagens. iremos pela iberia, saindo de sp no dia 13 de abril às 19h30, com conexão em madrid e chegando em dublin às 17h45 do dia 14. de lá pegaremos um ônibus pra galway, que é a cidade que vamos morar.

um dia corrido e uma noite sinistra.

o sonho mais estranho da minha vida: eu ligava para alguma central telefônica e fazia a solicitação de um elefante. estava em falta mas logo logo chegaria. eu ia buscá-lo pessoalmente. um elefante enooooorme, de verdade mesmo. eu cuidava dele com muito carinho. levava para uma casa. ele não passava nos portões, mas eu dava um jeito. na frente da casa, meus amigos estavam felizes cantando num karaokê. eu continuava levando o bichinho para o final da casa, que parecia um sítio. de dentro dum pequeno lago saia um hipopótamo. eles se abraçaram. aí eu acordei.

se tem relação entre ter comprado a passagem e sonhar com elefante eu não sei. de manhã joguei no jogo do bicho, por via das dúvidas.

TERRA DE ESCRITORES

de uns tempos pra cá comecei a perceber que boa parte dos grandes escritores estudados na literatura inglesa são, na verdade, irlandeses. como ouvi outro dia: "o espírito artístico parece que imana de todos os poros das terras irlandesas. o dom da escrita poética parece que vem de seus ancestrais".

um fato interessante quanto à linguagem é que antes de serem colonizados pelos ingleses e adotarem o inglês como língua materna, o gaélico era o idioma da irlanda. e os irlandeses mesmo escrevendo em inglês, continuaram pensando em gaélico. então dizer algo como, por exemplo, “estou com sede” em gaélico teria a construção mais ou menos assim: “há sede sobre mim”. poético por si só...

(W.B. Yeats)

alguns dos principais escritores desta terra são w.b.yeats, george bernard shaw, samuel beckett , seamus heaney (cada um deles ganhou prêmios nobel da literatura), além de james joyce, oscar wilde, flann o`brien, jonathan swift, cecelia ahern, oliver goldsmith e mais um monte.

aqui no brasil, a associação brasileira de estudos irlandeses (ABEI), faz o intercâmbio entre as produções literárias de ambos os países.

recentemente a associação lançou a 10ª edição do jornal, que possui artigos literários de pesquisadores irlandeses, brasileiros e de outros países da américa latina.